Mulher de Cabral se recusa a comer em presídio. "Não sou cachorro pra comer essa porcaria"

Mulher de Cabral se recusa a comer em presídio. “Não sou cachorro pra comer essa porcaria”

Mostre isso para seus amigos nas redes sociais

A mulher do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, está presa. Adriana Ancelmo foi transferida, na noite dessa terça-feira (6), para o presídio de Bangu. Ela teve a prisão decretada pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pela operação Calicute um desdobramento da Lava Jato.

A ex-primeira dama do rio chegou ao complexo penitenciário de bangu por volta das nove horas da noite de terça feira (6). Antes, Adriana Ancelmo passou pelo Instituto Médico Legal para fazer exame de corpo de delito.

Ela está numa cela individual, vai ter direito a banho de sol e visitas. Nesta terça-feira, Adriana Ancelmo, Sérgio Cabral e outros 11 acusados viraram réus no processo que investiga um esquema de fraudes em licitações e cobrança de propina de empreiteiras. Os desvios podem chegar a R$ 224 milhões.

Mostre isso para seus amigos nas redes sociais