Vídeo afirma que fim do mundo acontece ainda nesta semana

Mostre isso para seus amigos nas redes sociais

fim do mundo

 

De acordo com as informações do vídeo, acontecerão terremotos, chuva de granizo, as estrelas cairão na Terra e os montes se derreterão como se fossem feitos de cera

Folha Vitória

Redação Folha Vitória

O mundo vai acabar! Certamente essa não é a primeira vez que se comenta sobre o assunto. Depois de previsões fracassadas de asteroides, catástrofes e meteoros atingindo a terra, uma nova teoria promete que dessa vez o fim é certo.

Quem afirma isso é a equipe do End Times Prophecies, uma espécie de ministério on-line fundado no Reino Unido. De acordo com eles, a nova data para a extinção da humanidade é no dia 29 de julho, próxima sexta-feira.

As informações sobre esse catastrófico evento foram divulgadas em um vídeo publicado pelo grupo no Youtube. Na publicação, em inglês, eles afirmam que Jesus descerá à Terra neste dia e muitos fenômenos acontecerão, como terremotos e destruições.

“O céu se tornará negro, a Lua vermelha, as estrelas cairão na Terra e os montes se derreterão como se fossem feitos de cera. As ilhas e continentes também mudarão de lugar, talvez devido aos terremotos, bem como os polos trocarão de lugar”, afirma o vídeo.

De acordo com as informações do vídeo, haverá ainda chuva de granizo com pedras de gelo de 50 quilos e nenhuma construção ficará em pé. Depois de tudo isso, Jesus aparecerá montado num cavalo branco, com direito às trombetas do Apocalipse e os anjos enviados aos quatro cantos da Terra, conforme é relatado na bíblia, para selecionar os ‘escolhidos por Deus’.

Os que permanecerem vivos ainda presenciarão a batalha entre Jesus e o Anticristo, que será lançado em um mar de fogo, juntamente com seu exército e seguidores.

Após a batalha, Jesus Cristo se sentará novamente em seu trono e reunirá todo o mundo, dividindo a humanidade em dois grupos: os seguidores à sua direita e os demais que serão enviados ao inferno.

Veja o vídeo:

Mostre isso para seus amigos nas redes sociais