Retenção de líquidos, como evitar?


Compartilhar!

LIVRE SE DA RETENCAO DE LIQUIDOS

 

Acho que todas as pessoas sabem bem o que é “sofrer” com a retenção de líquidos.
Mulheres, principalmente, vão se identificar-se com acordar de manhã a sentirem-se magrinhas e esbeltas, mas sentirem que ao longo do dia vão inchando, e quando chegam a noite, a sensação que têm é que são uns “balões”, de tão inchadas que se sentem.

Ou então em alguns casos, os pés incham de tal forma que os sapatos ficam apertados , ou acordam com a cara inchada.
E isto tudo porquê? Por causa da retenção de líquidos, é claro!

O que é a retenção de líquidos?

A retenção acontece quando existe uma acumulação anormal de água no organismo, os líquidos em vez de serem expelidos ficam acumulados entre as células, provocando “inchaço”, normalmente nas pernas, abdómen e em algumas pessoas nas mãos e nas costas.
Este acumular anormal de líquidos muitas vezes é responsável pelos kgs que ganhamos, mesmo praticando exercício físico diariamente, e tendo uma alimentação equilibrada, ou até mesmo quando estamos com um regime alimentar mais restrito.

Causas para a retenção de Líquidos

A retenção de líquidos, tanto pode ter origem em problemas de saúde, como por exemplo variação hormonal, mau funcionamento dos rins, doenças do fígado, alterações no funcionamento da tiróide, etc.. sendo nesse caso aconselhável correr até ao consultório do seu médico de família a fim de tratar o problema de acordo com as causas, ou pode muito bem derivar de más escolhas alimentares.

Excesso de sal na alimentação, falta de água no organismo, escassez de nutrientes (vitaminas C e B6, magnésio, potássio e ácidos gordos, ómegas 3 e 6) e até mesmo o défice de proteínas na alimentação podem originar retenção de líquidos!

Ok, Falta de proteínas? Uma causa para a retenção de líquidos?

Sim! As proteínas estimulam no fígado a produção da albumina, uma substância que por sua vez evita a acumulação de líquidos.
Interessante não é? Também achei 🙂 embora essa não seja de todo o caso..

Dito isto vamos as dicas?
O que fazer para atenuar / evitar / parar

#1) PARE de consumir alimentos ricos em sódio, o sódio presente no sal faz o corpo reter líquido; Enchidos, fast food, conservas, carnes salgadas etc.

#2) REDUZA o consumo de Sal, opte por especiarias para temperar, ou use sal com baixo teor de sódio à venda em farmácias e ervanárias;

#3) BEBA mais água. Acredite ou não, a ingestão maior de líquidos ajuda a eliminar o sódio e o por sua vez a retenção de líquidos;

#4) EVITE hidratos simples e alimentos processados (como pão branco, massa branca, bolachas, doces, batata frita etc).
Hidratos são transformados em glicose que é armazenado no organismo sob a forma de glicogênio para criação de energia. Uma molécula de água para ser retida no corpo deve ligar-se a glicose logo quanto mais hidratos armazenados no organismo, mais retenção e mais inchada / pesada vai se sentir;

#5) MEXA-SE, os exercícios físicos ajudam a eliminar o excesso de água por meio da transpiração.
“Acabe” com a retenção de liquidos fazendo alguma atividade, pelo menos 30 minutos por dia. Lembre-se que suar também liberta líquidos;

#6) CONSUMA suplementos ou alimentos ricos em cálcio e magnésio. Ambos competem com o sódio pela sua absorção no organismo; por isso, se consumir quantidades adequadas de ambos, o seu corpo será forçado a eliminar o sal que não foi efetivamente absorvido.
Vegetais verdes escuros, nozes, abacate, queijo cottage, queijo quark, iogurte desnatado, cereais integrais, são boas fontes de cálcio e Magnésio

#7) CUIDADO com os diuréticos. Quando paramos de tomar diuréticos, o corpo retém mais água e fica inchado durante uma ou duas semanas, a toma frequente de diuréticos pode ainda levar a uma dependência física, fazendo com que o organismo necessite do medicamento expelir o excesso de líquidos, em vez de o fazer naturalmente;
Use alimentos com propriedades diuréticas, como melancia, pepino ou tomate.

#8) EVITE refrigerantes. O fósforo, presente nesse tipo de bebidas, pode provocar inflamações na parede do intestino, aumentando ainda mais a sensação de inchaço;

#9) COMA legumes e verduras variadas, estas são ricas em fibras que auxiliam na eliminação da água do corpo;

10) EVITE Os adoçantes artificiais, pois contribuem para o inchaço, assim como o álcool e até mesmo a nicotina.
Prefira os adoçantes naturais como STEVIA e SUCRALOSE;

#11) AUMENTE o consumo de alimentos ricos em proteínas, eles tem um efeito diurético no corpo;

#12) EVITE também laticínios que contenham lactose, que por sua vez no processo digestivo promovem a sensação de inchaço;

#13) AUMENTE o consumo de chás 100% naturais e com propriedades diuréticas, como a cavalinha, o chá verde, dente-de-leão entre outros). Já agora prefira as Ervas e não as infusões em saquetas.

Conheça chás que garantem barriga sem inchaço

Chá de cavalinha: a bebida funciona como uma drenagem linfática natural pois expulsa a água do corpo e mantém todos os sais minerais. O chá pode ser feito com 500 ml de água e 2 colheres de sopa da erva.

Chá de hibisco: a erva, além de diurética, ajuda na digestão, é termogênica e laxante natural. Para preparar, aqueça 1 litro de água com 2 colheres de hibisco.

Chá branco: tem ação diurética e elimina as toxinas do corpo juntamente com o excesso de sódio através da urina. Mas cuidado, esse chá tem grande quantidade de cafeína.

Chá Preto: a bebida ajuda a desinchar e acelerar o metabolismo. O melhor horário para consumir a bebida é após as refeições.

Chá verde: o chá é um antioxidante natural que ajuda a desinchar e combater a retenção. O preparo é feito com um litro de água e duas colheres de chá verde.

Chá de abacaxi: este ajuda na digestão e na retenção. Pode ser prepara com as cascas da fruta fervida com água. Se quiser, adicione gengibre, que intensifica o processo.

Loading...
Compartilhar!